O conceito da impressão 3D

Publicado por redator em

Graças aos avanços na área de tecnologia de materiais, há cada vez mais opções de matérias-prima para confeccionar uma série de produtos.

Com isso, também surgem novas técnicas da fabricação, mais modernas e eficientes do que boa parte das que são usadas na atualidade.

Neste momento, uma das principais tendências da tecnologia de materiais é o uso de itens em 3D, ou seja, com três dimensões.

Enquanto que, em alguns casos essa técnica é usada apenas de forma a melhorar o apelo estético do produto acabado, em outros ela serve para tornar o processo de fabricação mais ágil e exato, melhorando a qualidade final do produto.

Quer saber mais sobre o 3D e suas aplicações? Então continue lendo e confira algumas informações importantes a respeito dele:

Conceito 3D: o que é?

Altura, largura e profundidade: essas são as 3 dimensões usadas em projetos de 3D. Muitas vezes, elas são reproduzidas em uma superfície plana, como uma folha de papel, o que torna o efeito ainda mais impressionante.

É o caso, por exemplo, de filmes e fotos em 3D: o público pode interagir com a imagem muito mais intensamente por conta da impressão de que ela sai de sua tela ou suporte.

Já no caso da ciência de materiais, o 3D assume um papel diferente. A impressão 3d, por exemplo, é uma tecnologia que permite a fabricação de uma ampla gama de itens de forma simples, fácil e exata, como veremos mais adiante.

Onde o 3D pode ser usado?

Se há alguns anos o conceito de 3D era limitado ao uso em filmes e fotos, hoje ele abarca um leque muito maior de itens e de técnicas, como a impressora 3d. Aprenda mais a respeito disso a seguir:

  1. Impressão 3D

Por mais avançado que seja o nível atual da engenharia de materiais, alguns itens são muito difíceis de serem confeccionados: uma casa, por exemplo, leva meses para ser erguida.

Outros, ainda, são praticamente impossíveis, como órgãos e tecidos humanos: a única forma de obtê-los é por meio de um transplante.

As impressoras 3D vieram para quebrar esse paradigma. Como o seu próprio nome dá a entender, elas trabalham sobrepondo camadas muito finas do material que será usado para confeccionar o produto em questão, fazendo com que ele assuma três dimensões ao fim do processo.

Por conta disso, elas já foram usadas na fabricação de produtos como:

  • Casas inteiras;

  • Roupas;

  • Órgãos e tecidos humanos;

  • Eletrônicos.

A má notícia é que, por enquanto, a o impressão 3d preço ainda é alto, e foge do alcance de boa parte das pessoas e empresas.

Felizmente, à medida que a tecnologia evoluir e se disseminar, a tendência é que o seu custo caia, tornando-a mais acessível.

Do mesmo modo, é essencial que a impressora seja de qualidade, e que conte com alguns componentes básicos que permitam o seu funcionamento. O filamento pla impressora 3d, por exemplo, é imprescindível.

  1. Revestimentos

A tecnologia 3D já chegou à indústria de reforma e construção, e não apenas sob a forma de casas inteiras sendo fabricadas por impressoras: atualmente, pode-se optar por instalar um revestimento 3D em uma residência ou imóvel comercial.

Tal item tem o diferencial de dar a impressão de ser texturizado, por mais que seja apenas placas 3d instaladas na parede.

Da mesma maneira, esse item traz uma vantagem interessante para quem tem imóveis pequenos: como ele cria a impressão de ser volumoso, mas de fato não é, ele dá a sensação de que o espaço está preenchido.

Deste modo, donos de imóveis pequenos podem usá-lo a seu favor, decorando a casa sem a necessidade de interromper a circulação de pessoas com móveis.

Assim, com as metragens das novas unidades imobiliárias cada vez menores, a tendência é que o revestimento cimentício 3D se torne cada vez mais popular.

  1. Imagens 3D

Por último, mas não menos importante, há o uso mais clássico da tecnologia 3D: as imagens, sejam elas em movimento ou não.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, elas são relativamente simples de se fabricar, bastando o posicionamento de uma câmera ao lado da outra para capturar a cena, simulando o funcionamento do olho humano. Graças à isso, quando projetada, ela dá a impressão de que está saindo da tela.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *