Montagem de açougue: equipamentos e outras características

Publicado por redator em

O Brasil é um dos maiores produtores de carnes do mundo, isso tanto quando nos referimos a exportação, quanto ao consumo interno. Segundo dados, o país é o terceiro maior produtor de carne de frango do mundo e o quarto maior em produção de carne de porco.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o consumo de carne no Brasil tende a subir 20% até o ano de 2021. Esses dados tornam negócios como o açougue gourmet e os açougues tradicionais em um ramo altamente lucrativo.

Para montar um açougue é preciso pensar em diversos aspectos que envolvem o planejamento, compra de equipamentos e muitos outros itens.

Por isso, neste artigo falaremos sobre os procedimentos necessários para que seja possível montar um espaço de sucesso e com carne de qualidade.

Dicas para montar um açougue

O primeiro ponto para qualquer tipo de negócio é o planejamento. Isso porque ele inclui todas as informações necessárias para que o negócio funcione.

Um açougue, por exemplo, precisa de permissões sanitárias e de uma montagem de câmara fria para armazenamento dos produtos, além de contar com equipamentos de qualidade e bons trabalhadores.

Depois de feito o chamado plano de negócios, a empresa pode ser aberta com a prestação de serviços de um contador, gera-se um com CNPJ e, então, pode ser iniciada a parte operacional, que é a montagem do espaço e o atendimento dos clientes.

1. Ponto comercial

A escolha do ponto comercial é essencial para que o açougue seja um sucesso. Isso porque eles permitem identificar se seu negócio terá um bom fluxo.

Se um empresário abre um açougue gourmet em uma área de baixa renda, por exemplo, é provável que não se tenha o sucesso correto, por conta da cultura do local.

Assim, existem alguns aspectos que precisam ser levados em consideração ao escolher o ponto comercial. São eles:

  • Psicológico;
  • Social;
  • Físico;
  • Cultural;
  • Concorrência.

O fator psicológico está atrelado a pergunta sobre o público, como se ele está preparado para comprar seu produto.

O fator social reside na pergunta de quais carnes e faixas de preço poderá oferecer.

Já o físico reside na pergunta se é possível suprir a demanda de carnes na região; enquanto no cultural é preciso verificar se o produto está adequado à região.

Por fim a análise de concorrência consiste no diferencial que terá frente aos seus concorrentes.

Respondendo essas perguntas é possível identificar qual o melhor local para instalar seu negócio.

2. Legislação

O açougue precisa atender diversas legislações que estão relacionadas a montagem de paineis eletricos para que os equipamentos funcionem, sobre o armazenamento das carnes e recebimento de materiais.

Um dos aspectos mais importantes é a inspeção da vigilância sanitária que assegura que o produto esteja com qualidade.

A vigilância sanitária sempre irá visitar o estabelecimento para que a segurança das pessoas também seja assegurada.

Os pontos que são vistoriados são:

  • Armazenamento;
  • Condições de higiene;
  • Manipulação da carne;
  • Estrutura do açougue, equipamentos e ferramentas.

Além de todo esse cuidado com a vigilância sanitária, é preciso cumprir com várias obrigações como o registro na Junta Comercial, registro na Receita Federal, Registro na Prefeitura, Registro no Sindicato e obtenção de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

Equipamentos para açougue

Além de toda a burocracia que é necessária para que o estabelecimento funcione, é preciso que o empreendedor invista em diversos equipamentos como em balança digital americanas, máquinas de corte, moedores e outros.Esses equipamentos são essenciais para que todos os serviços oferecidos pelo açougue sejam garantidos. Abaixo falaremos sobre algumas dessas ferramentas.

1. Balanças

Um dos principais equipamentos nos açougues são as balanças. Esses equipamentos permitem a pesagem dos produtos, atendendo de forma precisa o desejo do cliente.

As balanças mais usadas nos açougues são as etiquetadoras. Ou seja, aquela na qual após a pesagem é emitida uma etiqueta que identifica a mercadoria, o valor que ficou, facilitando os processos de caixa e controle do consumidor.

No entanto, há outros modelos como as balanças americana, as digitais e as manuais.

2. Moedor

Um dos principais produtos que são vendidos nos açougues são a carne moída. E, para que a carne fique moída, é preciso recorrer ao uso do moedor. Este item permite que a carne seja moída na hora, permitindo que o produto fique fresco e pronto para vender.

Mais ainda, esses equipamentos possuem dispositivos de segurança para o operador da máquina.

Além desses equipamentos há ainda a serra fita e o amaciador de bife.

Assim, vimos que um açougue precisa atentar-se para diversos aspectos, como as instalações elétricas, como o pcmso para eletricista, o cuidado com os produtos e a legislação para funcionar adequadamente.

Além disso, é muito importante ter equipamentos eficientes e corretos para que o negócio seja um sucesso e bastante lucrativo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *