Qual é a melhor maneira de instalar os extintores de incêndio?

Publicado por redator em

Hoje, muitas pessoas não sabem, mas existe sim, jeito e maneira de como instalar o extintor. Pode até parecer uma pequena besteira, vista de um lado.

Mas, é tão importante saber o procedimento correto de instalação desse item, que ajuda na proteção e segurança tanto dos locais, como em carros e entre outros.

O extintor de incendio veicular, é um item importante na prevenção de possíveis incêndios, que podem ser causados por acidentes como uma batida, vazamento de combustível ou alguma pane elétrica.

Com vários modelos e tamanhos, o extintor é uma forma de proteção e segurança no dia a dia. Com preços variados que vão de R$ 39,90 a 142,50, isso vai depender do peso, tamanho, marca e modelo.

Não é só comprar e pronto, além disso, deve possuir o selo de certificação, estar corretamente lacrado e saber manusear também é fundamental.

É importante que o local seja adequado

Hoje no mercado, existe uma gama de fornecedor de placas de sinalização, que oferecem diversos tipos e modelos de placas para sinalização as quais devem ser feitas conforme a lei.

As empresas que fornecem esse tipo de material, devem seguir as normas e especificações estabelecidas para a confecção e comercialização do produto.

E se tratando de placas de sinalização, é imprescindível seguir as regras exigidas à risca as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), assim como os padrões da CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) e demais órgãos.

Já a recarga de extintores é muito importante, pois um extintor vencido pode causar algum tipo de problema como, por exemplo, mal funcionamento em caso de incêndios, entre outros.

Todavia, para fazer a recarga desse equipamento, é importante escolher cuidadosamente o lugar onde o serviço será realizado. Isso evitará dores de cabeça e prejuízos.

Que podem surgir, caso faça em um local não credenciado pelo Corpo de Bombeiros Estadual e Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Técnica) – lembrando que esse credenciamento, é a nível nacional e obrigatório.

O mercado hoje disponibiliza uma variedade de extintor de incendio, com especificações para cada tipo de incêndio e com classificações para atender as necessidades, caso apareça algum vestígio de chamas.

Mas não é só comprar e pronto, pois para manusear corretamente esse equipamento, é necessário fazer um treinamento para usá-lo de forma correta.

Porém, em casos que o extintor não resolva o problema, o melhor é procurar ajuda e acionar o corpo de bombeiros.

Pois, ele possui uma equipe especializada e pronta para auxiliar no combate de qualquer foco de incêndio de grande escala.

Conheça os tipos de extintores

Outro fator importante, é saber os tipos de extintores e que cada extintor serve para um tipo de classe de incêndio.

Os tipos são:

  • Com pó químico: usado para conter focos de incêndio que envolvam líquidos e combustíveis inflamáveis;
  • O extintor com gás carbônico: utilizado para combater incêndios em equipamentos eletrônicos;
  • O extintor de água: utilizado para apagar focos de chamas em madeira, papel, tecido e materiais sólidos;
  • E o extintor com espuma mecânica: que tem por objetivo apagar o fogo em materiais sólidos, gasolina, óleo diesel, etc.

Vale ressaltar que, para garantir a proteção e segurança no combate às chamas, é necessário conhecer os locais onde estão instalados os extintores e outros equipamentos que possam ser usados contra o fogo.

Estes devem estar bem sinalizados em caso de emergência e de fácil acesso. Outro fator determinante, é conhecer as classes de incêndio.

Pelo motivo de saber qual extintor será utilizado para apagar as chamas caso ocorra algum incêndio. Os extintores são classificados com letras do alfabeto que vão do A ao D.

E para cada tipo de classe, há um extintor específico para o combate e a propagação das chamas. O mais importante nesses casos, é a segurança e a prevenção através de placas sinalizadoras fotoluminescentes.

Uma vez que, elas ajudam a identificar os locais onde os extintores estão expostos e a localização do hidrante.

Além disso, vale lembrar que não pode, em hipótese alguma, obstruir o acesso a esses equipamentos de segurança.

Esses itens, só podem ser usados por pessoas treinadas e habilitadas. Jamais por indivíduos despreparados, para não causar nenhum tipo de dano, quando manuseado errado e causar agravamento das chamas.

Contudo, são cuidados que devem ser seguidos à risca e, claro, seguir as normas estabelecidas para a prevenção e combate ao incêndio.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *