Lavanderias em São Paulo e seus detalhes

Publicado por redator em

Com ou sem crise, todos precisam lavar a roupa. O problema é que, com os lançamentos imobiliários cada vez menores, nem sempre há espaço o suficiente para instalar uma máquina de lavar, uma secadora e um varal em lavanderias

Ambos os fatores são responsáveis por fazer com que muitos consumidores apelem aos serviços de uma lavanderia para manter itens como vestimentas, cortinas e roupas de cama sempre limpos.

Apesar disso, é preciso ter em mente que a alta demanda, por si só, não é o suficiente para garantir que o negócio vai dar certo: também é preciso garantir que a abertura do estabelecimento acontecerá de forma planejada e organizada.

Do contrário, as chances de que o negócio caia na triste estatística de empresas que encerram suas atividades com menos de dois anos de funcionamento são grandes.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas preciosas para abrir uma lavanderia e ter sucesso nessa empreitada.

  1. Escolha um nicho

Ao contrário do que muitos pensam, o nicho de lavanderias tem sim espaço para especialização.

Por exemplo: é possível que, ao invés de roupas, o seu estabelecimento se dedique à limpeza de estofados, por exemplo.

Da mesma maneira, ele pode não atender pessoas físicas, mas outras empresas, como hospitais ou hotéis. Nesse caso, deve-se abrir uma lavanderia industrial.

A chave para escolher bem o nicho ao qual seu negócio se dedicará é fazer uma sondagem da sua região, de modo a identificar eventuais deficiências no mercado, de modo que a sua empresa possa supri-las.

Para se ter uma ideia caso haja poucos – ou nenhum – estabelecimento especializado na lavagem de cortina, pode ser uma boa ideia abrir uma lavanderia nesse nicho.

  1. Instale-se em um ponto bem localizado

Não importa onde o seu negócio funciona. Seja na cidade de São Paulo ou em uma pequena localidade interiorana, escolher um ponto estrategicamente localizado é essencial para o seu sucesso.

No caso de uma lavanderia em São Paulo, por exemplo, pode ser interessante investir em uma localização que esteja próximo a transportes públicos, como o metrô. Deste modo, será possível atender clientes das mais variadas partes da cidade.

Esse contudo, não é o único aspecto que deve ser analisado na hora de escolher o ponto para o seu negócio. Também é interessante levar em conta variáveis como:

  • A segurança da região;

  • A presença de outras lavanderias no local;

  • Se as instalações são adequadas a uma lavanderia;

  • Se há um estacionamento nas imediações.

Também vale ressaltar que a escolha do ponto é apenas o primeiro passo para a abertura do negócio: também será preciso fazer algumas adaptações, como mudar a cor das paredes, reformar o piso e instalar um armario de lavanderia no local.

Assim, tanto o custo quanto o tempo necessário para esses procedimentos também deve ser observado pelo proprietário.

  1. Ofereça serviços complementares

Atualmente, ao comprar um produto ou contratar um serviço, o consumidor busca muito mais do que uma boa relação custo-benefício: cada vez mais, preza-se pela experiência como um todo.

Por esse motivo, é altamente recomendado que a sua lavanderia não se limite a higienizar roupas ou outros itens: é preciso conquistar seus clientes por meio de serviços complementares.

Tendo em vista o estilo de vida apressado e a falta de tempo livre da maioria das pessoas, oferecer o transporte de itens de e para a casa ou o trabalho do público pode ser um diferencial.

Além disso, trata-se de algo simples, basta uma van e um funcionário que possa conduzi-la para que isso saia do papel.

Vale ressaltar que, caso você opte por contratar esse serviço, não é preciso comprar um veículo nem contratar um motorista. Isso porque é possível optar pela terceirização.

Neste caso, contrata-se outra empresa que, por sua vez, fornece a mão de obra para a realização da atividade, reduzindo os custos, o passivo trabalhista e aumentando a eficiência.

Já no caso do veículo, basta contratar um serviço de fretamento de vans enquanto o seu estabelecimento toma fôlego financeiro para comprar um automóvel próprio.

  1. Conte com profissionais qualificados

Por último, é essencial contar com profissionais qualificados. Além de saudar os clientes de forma simpática e respeitosa, é essencial que eles entendam de lavanderia, de modo a prestar o melhor serviço possível ao público.

Em caso de dificuldade para encontrar pessoas com esse perfil, pode-se contar com o apoio de uma consultoria de recursos humanos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *