Administrando de forma correta uma escola de música

Publicado por redator em

Muitas pessoas possuem o desejo de abrir um negócio e se tornar um grande empreendedor. Já pensou em abrir uma escola de música?

A questão é que, além das dificuldades que isso contempla, como a documentação, investimento inicial para alugar um espaço e contratar funcionários, é comum não ter muito claro qual segmento seguir.

Para decidir qual tipo de empreendimento começar, é necessário avaliar bem quais são seus gostos e suas aptidões. Afinal, não basta apenas abrir um negócio qualquer, não é mesmo?

Se você gosta de educação e já estudou algo relacionado a área da pedagogia, por que não investir em uma escola?

Um colégio regular necessita seguir inúmeras normas e requer um orçamento mais alto, mas ainda é possível pensar em centros de ensino de alguma especialidade.

Embora os cursos de idiomas estejam em alto, você pode investir em um ramo diferente. Uma dica que pode ser bastante interessante é uma escola de música. Eles atraem pessoas de diversas idades e podem trazer bons resultados.

Se você quer saber o que é necessário para conseguir abrir uma escola de idiomas de maneira bem-sucedida, veja os pontos a seguir!

A questão da segurança é importante

Antes mesmo de pensar em todo o maquinário e na estrutura necessária para uma escola de música, é importante investir em alguns detalhes de segurança.

Os sistemas de segurança devem ser instalados para proteger todo o patrimônio da escola. Entre os recursos mais comuns, pode-citar:

  • Os alunos;

  • Os professores;

  • Os equipamentos;

  • Dados da empresa;

  • Propriedade intelectual dos músicos.

Uma boa alternativa para isso é investir na instalação de catracas em todas as entradas e saídas dos arredores da escola. Isso evita que haja a circulação de pessoas não autorizadas, que poderiam estar avaliando o que há de valor no local para, depois, roubar.

A catraca pode ser autorizada a partir da validação de carteirinhas que você mesmo irá fornecer ao seus alunos, aos professores e aos funcionários. Todas elas serão obtidas por meio do cadastro, documentação e fotos.

Assim, a catraca de acesso para escola irá registrar quem entrou, quem saiu e em quais horários elas permanecera ali dentro. No caso de qualquer problema, torna-se mais fácil identificar quem poderia estar presente.

Algumas áreas restritas aos alunos podem, ainda, contar com mais alguns sistemas de segurança para evitar o acesso. Além das carteirinhas, a biometria pode ser um método interessante para isso.

Quais cursos você pode oferecer

Tudo dependerá do tamanho da sua escola, do orçamento inicial que você tem para contratar funcionários e para compra de equipamentos. Outras questões devem ser observadas, tais como: você quer um ensino mais generalizado? Ou mais focado em alguma área mais específica?

Quando se fala de escola de música, é normal pensar inicialmente em aulas de instrumentos, como violão, guitarra elétrica, piano, bateria, entre outros, além das aulas de canto. Mas há maneiras de ir bem além disso, oferecendo outras facetas do cenário musical para os seus alunos.

É possível, por exemplo, ensinar teoria musical, que é mais focada no estudo técnico da música, desde a harmonização dos instrumentos com a voz, até a composição de letras e como usar as métricas de forma correta.

Além disso, é interessante investir no estudo da pós-produção da música. Um curso de sonorização, produção, masterização ou engenharia de som, por exemplo, podem ser um diferencial para a sua escola.

Quais equipamentos e salas instalar

É importante que exista uma sala focada em cada função, para que não haja a possibilidade de misturar instrumentos, o que poderia prejudicar no treino. Todas elas, inclusive, deve possuir isolamento acústico.

Invista em mais de um estúdio musical para ensaio, pois é bem possível que mais de um aluno, ou grupos deles, pensem em ensaiar ao mesmo tempo. Avalie quantos você planeja ter estudando em sua escola e faça um cálculo proporcional.

De qualquer forma, é importante possuir pelo menos três. O estúdio também precisa ser grande o suficiente para que os instrumentos possam ser alocados e o ensaio possa fluir de maneira natural.

Além disso, também é interessante montar um estúdio de gravação com mesa de som e equipamentos para captação e masterização da música.

Assim, seus alunos poderão não apenas a parte teórica de fazer música, mas também a prática, gravando demos e entendendo como funciona a rotina de produção de discos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *