Equipamentos de Proteção Individual: tipos e importância

Publicado por redator em

Existem diversas funções que oferecem risco aos trabalhadores. Por conta disso, é necessário que haja equipamentos de proteção de qualidade à disposição.

Algumas das funções e profissões em que esse tipo de acessório é obrigatório são:

  • Indústrias ou comércio de alimentos;
  • Construção civil;
  • Mineradoras;
  • Petroleiras;
  • Madeireiras;
  • Policiais e bombeiros;
  • Áreas da saúde;
  • Eletricistas;
  • Entre outros.

Importância dos EPIs

Esses acessórios são chamados de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Dentre eles, encontram-se desde mascara de gas até capacetes.

Inclusive, a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) traz algumas dessas profissões e qual é a necessidade de utilizar esse equipamentos.

Assim, quando não houver a possibilidade de estancar os riscos presentes no ambiente de trabalho, é obrigatório que os funcionários utilizem esses acessórios, que devem ser cedidos pelo empregador. Existem, também, os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs), que são instalados em determinados ambientes.

Alguns tipos de EPIs

Para entendermos um pouco mais sobre esses equipamentos, vamos detalhar alguns deles.

1. Equipamento de proteção respiratória

O equipamento de proteção respiratória (EPR) é utilizado em locais onde há características químicas e/ou biológicas muito fortes.

Ou seja, locais de trabalho que contenham muita poeira, névoas, gases, bactérias, parasitas, vírus, entre outros, requerem esse tipo de equipamento.

Isso porque os elementos biológicos e químicos podem penetrar no organismo de formas diversas, sendo uma delas a respiração. Assim, isso pode causar danos e problemas à saúde do trabalhador imediatamente ou futuramente.

Alguns dos profissionais que utilizam esse tipo de equipamento são aqueles que trabalham em indústrias químicas, limpeza de hospitais ou, até mesmo, em resgate.

2. Equipamentos de resgate

E por falar em resgate, existem, também, equipamentos de resgate específicos para determinadas atividades. Ao falar desse tipo de equipamento, falamos também daqueles que são utilizados nas pessoas que estão sendo resgatadas, não apenas no trabalhador.

Esse tipo de acessório é muito importante em momentos graves e específicos. Dependendo do tipo de acidente ou problema que se está trabalhando, o equipamento muda. Por conta disso, profissionais que trabalham com esse tipo de atividade (como bombeiros) precisam conhecer a maioria.

Um exemplo é a maca de resgate, muito utilizada em ações nas alturas. Normalmente feita de aço resistente e leve, ela é um equipamento que consegue carregar grandes pesos.

Essas macas são muito utilizadas quando pessoas se perdem em florestas ou montanhas. Dessa forma, o helicóptero de resgate desce a maca, salva a pessoa e a leva para um local seguro.

3. Equipamentos para trabalho em altura

Outros tipos de equipamentos de proteção obrigatórios são aqueles para trabalhos em altura. Eles são regulados pela NR 35 e são essenciais para funcionários que atuam em construções civis e limpeza de locais altos.

Um deles é o cinto de segurança do tipo paraquedista. Ele faz com que o trabalhador esteja preso no local, e evita quedas e lesões graves. Além disso, esse cinto faz com que o trabalhador se sinta mais confiante e, assim, desenvolva um trabalho com mais qualidade.

Juntamente com o cinto, há também o trava-quedas. Ele é como uma presilha que trava no momento em que há um movimento brusco. É bem parecido com a forma que o cinto de segurança veicular funciona.

Outros tipos de equipamentos utilizados para trabalhos em alturas são:

  • Talabartes;
  • Capacete específico com jugular;
  • Luvas de segurança;
  • Óculos de segurança;
  • Botinas de segurança.

4. Equipamentos para indústria de alimentos

As indústrias de alimentos também necessitam de equipamentos de segurança. Isso porque, muitas vezes, acontecem acidentes como cortes, queimaduras e quedas, que prejudicam tanto a saúde do trabalhador quanto a produção.

As luvas de proteção são alguns dos itens necessários para quem trabalha na indústria alimentícia. Sua importância é fundamental, inclusive para os produtos que estão sendo feitos.

Assim, é possível evitar contaminações, reações alérgicas, cortes e queimaduras. Existem luvas específicas para cada tarefa.

As vestimentas com proteção térmica também são fundamentais nesse tipo de indústria. Isso porque, em muitos desses locais, as altas e baixas temperaturas são muito comuns, o que pode causar grandes danos e feridas na pele. Câmaras frias e fornos industriais são exemplos de locais onde são obrigatórios esses acessórios.

Para concluir

Os Equipamentos de Proteção Individual surgiram na década de 70 e são essenciais até hoje. No entanto, infelizmente, muitas pessoas ainda menosprezam esses acessórios. É necessário compreender sua importância, tanto para a empresa, quanto para a saúde dos funcionários.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *