Detalhes que fazem toda a diferença para o seu negócio

Publicado por redator em

O desejo de maior independência financeira é um dos principais motivos que levam à abertura de um novo negócio.

Segundo uma pesquisa realizada pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor), o Brasil teve um amplo crescimento no número de empreendedores, com 38% na TTE (Taxa de Empreendedorismo Total).

Isso significa que mais de 52 milhões de brasileiros possuem um negócio próprio no ano de 2019 – e esse número tende a aumentar.

De acordo com um estudo feito pela CONAJE (Confederação Nacional de Jovens Empresários), cerca de 5 mil jovens, entre 18 a 39 anos, são empresários e microempreendedores, com faturamento de R$ 360 mil por ano.

Do total, 35% são mulheres, e 65%, homens. A maior porcentagem de empreendedores está localizada na região sudeste (49,5%), seguido de sul (21,9%), nordeste (15,6%), centro-oeste (8,8%) e norte (4,3%).

Não há uma receita mágica para se tornar um empreendedor de sucesso. No entanto, é preciso ter um bom planejamento, conhecer os objetivos do negócio e conhecer o mercado.

Ao lado disso, é necessário desenvolver o espírito empreendedor, com coragem de assumir riscos e investir em negócios inovadores.

O que não se pode esquecer depois de abrir uma empresa

Depois de todo o planejamento e estudo, é importante saber como manter a empresa corretamente. Por esse motivo, o plano de negócios deve conter todos os equipamentos que são indispensáveis para o empreendimento funcionar.

Essa será a grande diferença: muitos empresários esquecem dos detalhes, o que acaba resultando em gastos não previstos.

Por exemplo, para grande parte dos negócios é indicado ter uma máquina para contar dinheiro, em especial, nos estabelecimentos comerciais.

O equipamento facilita a contagem financeira, contribuindo para melhor eficiência de gestão, bem como da organização do negócio.

Além do mais, a máquina de contar dinheiro não necessita de um investimento alto, mas, em compensação, traz muitos resultados para o empreendedor.

O mesmo vale para a contadora e separadora de moedas. Com o equipamento, a empresa não precisa deixar o cliente esperando, caso precise entregar um troco.

Fora isso, ela também contribui para a contagem do dinheiro e organização da empresa. Desse modo, fica mais fácil fazer o controle da lucratividade do empreendimento.

Ainda na questão financeira, recomenda-se que os empreendimentos tenham um cofre digital, um dispositivo altamente seguro para guardar itens de valor e altas quantias de dinheiro.

Desse modo, tem-se maior segurança dentro do estabelecimento e, ainda, o empreendedor pode instalar o cofre em um local escondido, fora da vista de colaboradores e clientes.

Outro equipamento indispensável para a maioria dos negócios é a impressora termica, um aparelho capaz de imprimir conteúdo por meio do aquecimento.

Ela é muito comum em supermercados, para a entrega de comprovantes e notas fiscais. Quer dizer que estabelecimentos que operam com a entrega de NFs precisam da impressora térmica. Além disso, o equipamento tem outras vantagens, tais como:

  • Tem um custo de investimento acessível;
  • Trabalha rapidamente, com mínimas falhas de impressão;
  • É fácil de manusear e operar;
  • Não utiliza cartuchos de tinta na impressão;
  • Imprime de forma silenciosa e eficiente.

Vale destacar que a impressora térmica não é indicada para a impressão de fotos, pois a máquina não trabalha com uma variedade de cores.

Para empreendimentos que necessitam imprimir fotos e documentos coloridos, o mais indicado é ter, além de uma impressora térmica, a de cartuchos ou a laser.

Responsabilidades do empreendedor com os colaboradores

O empreendedor precisa avaliar, obrigatoriamente, quais serão as condições de trabalho em seu negócio. Portanto, caso os colaboradores forem registrados em regime celetista, é necessário verificar todas as recomendações da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e realizar a contratação dentro da legalidade.

Ademais, ao ofertar uma vaga de emprego, o empreendedor deve deixar muito bem claro qual será a função do funcionário, jornada de trabalho e a remuneração.

Em alguns casos, principalmente quando a empresa possui muitos trabalhadores de outras cidades, pode ser preciso pensar em possibilidades de transporte para os colaboradores. Uma alternativa viável é o fretamento, com o aluguel de van para o deslocamento dos funcionários.

Todos esses detalhes devem ser planejados da melhor forma, para que seja vantajoso ao empreendedor e aos colaboradores. Desse modo, é possível ter um ambiente de trabalho de qualidade, confortável, o que impacta positivamente na lucratividade da empresa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *