Conheça as zonas de São Paulo

Publicado por redator em

A cidade de São Paulo é a maior do Brasil, bem como a segunda maior cidade de toda a América Latina, e graças a isso, atrai muitas pessoas que buscam melhores oportunidades de estudo e conforto.

No entanto, se você pensa em se mudar e comprar uma casa em São Paulo, deve fazer uma pesquisa minuciosa para estar completamente por dentro de como funciona a cidade e quais regiões combinam mais com seu perfil.

Por isso preparamos este artigo. Abaixo você encontrará dicas e análises das principais regiões da capital financeira e corporativa do Brasil.

Como é a cidade de São Paulo?

Como citado anteriormente, São Paulo é a maior cidade brasileira, e por este motivo, é a cidade mais populosa, registrando o número de 12 milhões de habitantes.

A cidade é o centro financeiro do Brasil, local em que abriga as maiores empresas. Além disso, São Paulo também pode ser considerada a cidade mais moderna do país. Contudo, é bem provável que muitos de vocês queiram saber como essa megacidade é formada.

Como é estruturada a cidade de São Paulo?

Esta megacidade, assim como outras no Brasil, possui suas regiões divididas em zonas e subprefeituras, porém, neste texto, o foco serão as zonas paulistanas. Com o intuito de organizar a cidade e assim melhor geri-la, São Paulo foi dividida em 5 regiões:

  • Centro;
  • Sul;
  • Norte;
  • Leste;
  • Oeste.

Todas as 5 regiões possuem características individuais, e apesar de estarem localizadas na mesma cidade, podem apresentar grandes diferenças.

1 – Centro

Como o próprio nome diz, está localizado na região central. O Centro é marcado pelo agito da vida cultural e comercial. Também é nessa região que podem ser encontrados parques e prédios de importância histórica, por ser onde a cidade começou a ser construída.

Dentre as atrações, podemos listar a Galeria do Rock, Mercado Municipal, Museu da Língua Portuguesa, Catedral da Sé, Teatro Municipal e muitos outros pontos turísticos. Alguns dos principais bairros do Centro são: Bela Vista, Liberdade, Sé, República, entre outros.

2 – Sul

A Zona Sul de São Paulo se destaca pela sua grandeza geográfica, sendo a maior zona de todas. Até meados do século passado, mais precisamente em 1935, a Zona Sul fazia parte do município de Santo Amaro.

Essa região comporta alguns dos bairros mais nobres da cidade, como o Morumbi, Itaim Bibi e Moema. No entanto, a desigualdade social se faz presente. 

Contrastando com os bairros citados acima, a região também apresenta alguns bairros que sofrem com problemas básicos, como o Capão Redondo, Campo Limpo e o Jardim Ângela. 

3 – Norte

Localizada acima do famoso Rio Tietê, a Zona Norte é marcada por suas antigas estradas e ferrovias. A Zona Norte ainda pode ser dividida em duas “sub regiões”, são elas: nordeste e noroeste. 

Na região nordeste o comércio é bem mais vivo e a infraestrutura também mais desenvolvida. Por outro lado, na região noroeste ainda tem o processo de urbanização em curso. Alguns bairros da Zona Norte são: Brasilândia, Pirituba, Tucuruvi e Vila Maria.

4 – Oeste

A Zona Oeste de São Paulo é famosa pela sua vida noturna. Repleta de bares e restaurantes, também possui destaque por suas opções de lazer cultural.

Lazer e entretenimento estão lado a lado na Zona Oeste, visto que podemos encontrar cafeterias e restaurantes, parques e cinemas, casas de shows e teatros. Alguns bairros da Zona Oeste são: Barra Funda, Lapa, Vila Madalena e Pinheiros.

5 – Leste

Situada a leste do Rio Tamanduateí, a Zona Leste, também conhecida por apenas “ZL”, é a zona mais populosa de todas, alcançado o número de 4 milhões e 600 mil habitantes.

Um dos maiores marcos da “ZL” foi a forte presença de imigrantes no passado. Italianos, japoneses, sírios e libaneses ajudaram a construir e criar uma cultura única para esta área. São alguns bairros da Zona Leste: Brás, Itaquera, Mooca e Tatuapé.

Categorias: Entretenimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *