Como reduzir a conta de luz com energia solar?

Publicado por redator em

O aumento abusivo no valor da conta de luz é um problema que preocupa os brasileiros a cada ano que passa. Por esse motivo, cada vez mais, as pessoas estão considerando fontes de energia alternativas, principalmente para diminuir os custos e economizar.

Uma solução que vem ganhando destaque e crescendo no mercado interno é a geração de energia elétrica a partir da energia solar, devido aos benefícios e vantagens que ela proporciona. 

Se você está interessado em entender melhor como isso funciona e descobrir como reduzir a conta de luz com energia solar, continue nos acompanhando nesta leitura.

Como funciona a energia solar fotovoltaica

A energia solar funciona a partir da captação da luz do sol por meio das chamadas placas fotovoltaicas, que usam o calor dos raios solares para gerar eletricidade. 

Essas placas são montadas em módulos ou painéis, que são capazes de transformar a radiação solar diretamente em energia elétrica, por causa do efeito fotovoltaico, que ocorre quando a luz solar se choca com os átomos presente no painel.

As placas podem ser instaladas sobre os telhados das casas ou em terrenos afastados, sendo que a energia gerada é distribuída para residências, indústrias ou empresas.

Fonte de energia infinita

No Brasil, a fonte mais utilizada para obtenção de energia é a hidrelétrica, através do aproveitamento hidráulico dos rios. 

Porém as hidrelétricas provocam muitos impactos sociais e ambientais, que são motivos de polêmicas nas discussões e práticas para um desenvolvimento sustentável.

Então, optar pela utilização do Sol como fonte de energia é uma solução vantajosa e que se opõe a um modelo de desenvolvimento que compromete o meio ambiente e a vida das pessoas, justamente pelo fato dessa energia ser inesgotável, renovável, limpa e sustentável.

O avanço da tecnologia para a produção de equipamentos de captação solar, bem como os benefícios que essa alternativa proporciona, têm feito com que ela se torne uma opção viável, cada vez mais barata e indispensável.

Como acontece a redução da conta de luz

O investimento inicial para a instalação dos equipamentos fotovoltaicos não é barato, e pode assustar à primeira vista. 

Mas não se apegue a isso, afinal, como mostram as estatísticas, todo valor investido retorna em uma média de cinco anos. Veja:

A economia é incomparável

É possível reduzir a conta de luz em até 95%, ou seja, se você possui um gasto médio de R$500 na fatura mensal, esse valor pode chegar a R$25. Em um ano, a economia seria de quase R$6.000, em cinco anos, quase R$30.000! 

Obviamente você não deixará de pagar uma tarifa mínima da distribuidora, porque existe um serviço que todas as pessoas pagam: o Custo de Disponibilidade. Em curto prazo, esse valor economizado poderia fazer muita diferença no seu bolso.

Por que isso acontece? 

É simples, com a instalação das placas para a captação da irradiação solar, uma peça conhecida como inversor transforma a energia solar em corrente elétrica.

Então, a energia deste equipamento é conectada ao quadro de luz, e desta forma todos os aparelhos eletrodomésticos ou que consomem eletricidade farão uso desse sistema.

Você estará produzindo toda a energia que sua casa precisa! É um investimento inteligente, cujo retorno é completamente garantido.

E a manutenção do equipamento?

Os equipamentos para captação solar são feitos de apenas dois elementos que trabalham continuamente, as placas fotovoltaicas e o inversor, o que torna a manutenção baixíssima. 

Depois de instalados, os cuidados necessários são apenas limpeza e fiscalização, que não é feito sempre. 

A vida útil dos equipamentos é muito longa, em torno de trinta anos – quando bem instalados. 

O que reforça a vantagem e o custo-benefício da energia solar, principalmente, comparada ao consumo da energia elétrica distribuída normalmente, pois mesmo com os alto custos de instalação, você teria produção de energia elétrica com todo o investimento pago por mais 25 anos (lembre que a média de retorno do investimento inicial é 5 anos).

Conclusão

Com a ampliação e popularização deste tipo de energia, a sua conta de luz vai deixar de ser problema para se tornar a solução.

Além disso, outro ponto favorável são os benefícios de crédito solar, ou seja, quando você produz mais energia do que o necessário, esse excedente retorna para você em forma de créditos – regularizados pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *