Como fazer manutenção de piscina?

Publicado por redator em

Piscina em casa é o sonho de muita gente, seja para se refrescar nos dias de calor, se divertir com as crianças ou receber todo mundo para uma pool party. 

O problema é que muita gente instala uma piscina na área externa da casa sem pensar muito e, só depois, se dá conta de que não faz ideia de como deve ser a manutenção e os cuidados dela.

Limpar a piscina com regularidade é essencial não só para que ela fique apresentável, mas também para a saúde de quem vai mergulhar nela. Mesmo que você não vá usar, a água deve estar tratada para não virar ambiente propício para microrganismos que causam doenças.

O ideal é que as piscinas sejam limpas semanalmente e você mesmo pode fazer isso. Seguindo o passo a passo a seguir, não tem erro. Lembre-se de manter a piscina coberta quando não estiver usando, assim ela fica sempre limpa e você ainda evita acidentes.

Comece pela parte externa

O primeiro passo é limpar a parte externa: a borda, o deck, a grama, tudo o que estiver nos arredores. Sempre faça isso no sentido contrário ao da piscina, evitando que a sujeira caia na água. Você pode varrer, aspirar ou até lavar essa parte de fora com uma mangueira.

Limpe o skimmer e o pré-filtro

Após limpar a área externa, você deve retirar e esvaziar totalmente o skimmer (ou peneira), aquela peça que fica na lateral da piscina e retém os resíduos maiores que caem nela. 

Faça o mesmo com o pré-filtro, mas lembre de desligar as máquinas e os registros antes. Se as peças estiverem muito sujas, complete a limpeza com um pano úmido. 

Use a peneira 

A terceira etapa é remover os resíduos em suspensão na água ou no fundo da piscina, como folhas, insetos ou qualquer outra coisa que possa ter caído na piscina. Aquela peneira com um cabo é o equipamento adequado para fazer isso. 

Não se preocupe com o que não conseguir pegar, as próximas etapas virão.

Escove o tanque

Agora, com uma escova adequada para limpar piscinas, com cabo e cerdas macias, esfregue todo o tanque da piscina. Essa etapa é fundamental para evitar a formação de algas, que servem de casa para bactérias e fungos. 

Não se esqueça de esfregar bem os cantos e o fundo, mesmo que pareçam limpos.

Utilize um decantador

Seguindo as instruções do fabricante, nessa etapa você deve jogar um decantador na água. Esse produto faz com que as pequenas partículas fiquem pesadas e se separem da água, indo para o fundo. Após aguardar o tempo indicado, você vai removê-las na etapa seguinte.

Aspire o fundo

Com um aspirador adequado para piscinas você vai sugar a sujeira que foi parar no fundo. É preciso ligar a mangueira no dispositivo adequado para isso, que fica na borda da piscina e manda a sujeira para a saída de esgoto. 

Retire com cuidado para que a sujeira que ficou no cano não caia novamente na água.

Limpe as bordas

Pelo menos uma vez por mês, é indicado fazer a limpeza das bordas. Existem produtos específicos para isso, que devem ser aplicados com o auxílio de uma esponja.

Meça e regule a parte química

O último passo é fazer o tratamento químico da água, que é um dos passos mais importantes para garantir que ela vai estar adequada para o banho. Com equipamentos específicos para isso, meça e regule com produtos específicos:

  • O pH — o ideal é entre 7 e 7,4;
  • A alcalinidade — o ideal é entre 80 e 120 ppm;
  • O cloro livre — o ideal é entre 1 e 3 ppm;
  • Entre outros fatores.

O recomendado é aplicar o cloro toda semana, pois ele desinfeta a água e mata os micro-organismos nocivos à saúde. No entanto, ele pode agredir a pele se for demais. 

Portanto, é interessante fazer uma nova medição após usar o produto e aguardar algumas horas antes de liberar a piscina para uso.

Categorias: Limpeza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *