10 dicas para abrir o restaurante dos seus sonhos

Publicado por redator em

restaurante

Montar um novo negócio, do zero, não é fácil. O medo e a insegurança estão, muitas vezes, por perto, não é mesmo? Mas, não é impossível. Por conta disso, fizemos um guia completo de como montar aquele restaurante dos seus sonhos.

Continue com a gente!

1. Respeitar as normas

Quem quer abrir um restaurante ou qualquer outro tipo de empresas de alimentos (sejam padarias, cafés, entre outros), precisa, primeiro, estar atento às normas de vigilância sanitária.

Quem realiza essa fiscalização é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Antes mesmo da abertura oficial, a Anvisa já analisa os seguintes pontos:

  • Projeto para abertura;
  • Autorização e licenciamento para as atividades;
  • Fiscalização do estabelecimento;
  • Interdição de estabelecimentos incorretos.

Após a abertura, a Anvisa analisa a higiene do local (inclusive da vitrine expositora de salgados, se tiver), o descarte correto do lixo, o uso correto dos equipamentos e o armazenamento dos alimentos.

2. Seja um empreendedor

Para abrir um restaurante ou qualquer estabelecimento que tem a ver com alimentação, é preciso ser um empreendedor!

Muitas pessoas que são apaixonadas pela cozinha abrem esse tipo de negócio, mas acabam não dando certo. Isso é porque não têm muita noção de empreendedorismo.

Essa visão fará com que seja mais fácil lidar com funcionários, clientes e fornecedores. Além disso, o próprio ambiente de trabalho será diferenciado, contendo até estação de trabalho com divisória para determinadas atividades.

Na verdade, a visão do empreendedor não é apenas de administração, mas sim de crescimento.

3. Escolha bem a região

A região onde se abrirá o restaurante também importa muito. Assim, dependendo do tipo de estabelecimento, é preciso analisar bem qual é a região, quais são os moradores e quem são os concorrentes naquele mesmo local.

Por exemplos, em bairros ou locais mais ricos, o restaurante pode ser de pratos individuais, o que chamará mais atenção do público.

Por outro lado, se o restaurante for mais popular, ele pode ser feito com refeições coletivas ou self service, com a pista fria e quente para restaurante. Essa não é uma regra! Mas, é preciso prestar atenção nesses detalhes.

4. Não ignore os concorrentes

E por falar em concorrentes, o ideal é não ignorá-los. Na verdade, é preciso estudar muito os concorrentes diretos e entender quais são os motivos pelos quais eles são bons ou não. Isso vai fazer com que você consiga seguir os exemplos positivos e melhorar os negativos.

5. Tenha fornecedores de qualidade

Os fornecedores são alguns dos principais pontos quando o assunto é um restaurante de sucesso. Isso porque, quando são de qualidade, significa que as comidas e bebidas também serão.

Isso é válido para restaurantes que atendem públicos de todas as classes. Até porque, todos os clientes merecem as melhores comidas, certo?

6. Invista em marketing

Algumas soluções terceirizadas podem ser necessárias, e o marketing é uma delas. Hoje, empresas que não investem nesse serviço acabam perdendo muito para os concorrentes que investem.

Por isso, fazer um planejamento de marketing com profissionais especializados é fundamental.

Redes sociais, e-mails e até mesmo identidade visual entra nessa área. Agências que realizam esse trabalho normalmente oferecem serviços bem completos.

7. Contrate os funcionários corretos

Um bom negócio não é feito apenas por uma pessoa. Assim, os funcionários são fundamentais. Para que tudo saia da maneira correta, é preciso que os funcionários sejam bem escolhidos e, mais do que isso, sejam bem capacitados.

Isso envolve desde garçons até chefes de cozinha.

8. Vamos com calma no cardápio

Inicialmente, o cardápio não precisa ser gigante e conter dezenas de opções. Vamos com calma. É mais fácil ter poucas escolhas muito bem feitas do que uma quantidade muito grande que a estrutura não dará conta.

9. O cliente é o ponto principal

Tudo deve ser feito para o cliente. Isso porque é ele que você quer e precisa agradar. Assim, treinar os funcionários para que o atendimento seja maravilho é apenas o primeiro passo.

Fazer pesquisas, perguntar como estão se sentindo no local e agradecer a ida das pessoas até o ambiente são algumas dicas.

10. Planeje!

Por fim, a última dica é o planejamento! Nada vai dar certo sem isso. Com todos os passos anotados e bem pensados, é muito mais fácil começar.

Isso não significa que as dificuldades não estarão presentes, mas sim que será mais tranquilo ultrapassá-las.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *